Flacidez e excesso de pele nos braços têm solução com a braquioplastia

Você está incomodada com o famoso balançar do braço ao dar tchau para alguém? A braquioplastia é a famosa cirurgia dos braços, indicada para corrigir a flacidez e o excesso de pele nesta região, problemas associados a fatores genéticos, ao avanço da idade ou à perda brusca de peso. Em média, o procedimento dura 3 horas e exige cuidados antes e após a cirurgia.

 

O procedimento é indicado para pessoas que perderam quantidade significativa de peso, como casos de cirurgia bariátrica, e estão com braços flácidos ou excesso de pele. Pacientes com pré-disposição genética à flacidez ou que tenham adquirido essa condição com a idade também devem procurar a braquioplastia. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) recomenda que o paciente não seja fumante, que não esteja acima do peso e não sofra grandes variações nele, além de não ter nenhuma doença que aumente os riscos da cirurgia ou prejudique a cicatrização das incisões. 

 

Antes do procedimento, será realizada uma avaliação minuciosa para ver se o paciente está apto à operação, verificando-se expectativas e alinhando-as aos possíveis resultados. A intervenção cirúrgica é feita com anestesia, que pode ser geral ou local, dependendo de cada caso. Em seguida, é feita uma incisão na pele, na parte interna do braço. O tamanho dessa incisão varia conforme a quantidade de pele que deve ser corrigida, podendo, em casos raros, chegar até a axila. Podem ser vinculados outros procedimentos, como a lipoaspiração. 

 

Um dos maiores receios associados à braquioplastia são as cicatrizes. A boa notícia é que ficam na região interna ou posterior do braço e na dobra da axila, locais escondidos e facilmente cobertos por camisetas. No pós-operatório, será fundamental seguir alguns cuidados para evitar complicações comuns, como a abertura espontânea da pele onde ocorreu a sutura. Será essencial cuidar a movimentação dos braços por algumas semanas, indicando-se o uso de malha compressiva por até 1 mês, evitando-se esforços físicos e movimentos intensos nos braços por 3 semanas. A área operada também não pode ser exposta ao sol. 

 

Como todas as cirurgias, a braquioplastia apresenta riscos de hematomas, irregularidades na pele e infecções. Porém, uma boa forma de minimizar o surgimento de problemas é escolher um profissional responsável e devidamente certificado. Por isso, conte comigo nessa etapa tão importante da sua vida. Você fará uma avaliação completa, com indicações personalizadas às suas necessidades. Renove a autoestima para uma qualidade de vida melhor.